Huawei Mate 10 | Mais um smartphone sem margens?

Huawei-Mate-10
Huawei-Mate-10 (render)

O Huawei Mate 10 já foi confirmado pelo CEO da Huawei, Richard Yu, que disse que o Mate 10 será mais poderoso do que o novo iPhone. Um novo rumor sugere, também, que o smartphone deverá ser lançado a 16 de outubro e deverá também ter um preço elevado.

Huawei-Mate-10

Huawei-Mate-10 (render)

O Huawei Mate 9 foi um dos smartphones de 2016 com ecrã maior, oferecendo bateria de grande capacidade, grande capacidade de processamento e uma boa câmera fotográfica.

Este ano, dando continuidade à serie Mate, a Huawei vai lançar o Mate 10. Para terem uma ideia do que aí poderá vir, resolvemos fazer um resumo dos rumores sobre este equipamento.

O Mate 10 provavelmente terá que competir com o Samsung Galaxy Note 8, Galaxy S8 Plus, iPhone 8 Plus e outros smartphones, por isso a Huawei não tem um trabalho fácil pela frente.

Huawei-Mate-10 (render)

Huawei-Mate-10 (render)

O Huawei Mate 10 deverá trazer um ecrã de 6.0” com uma resolução de 2.160 x 1.080 e quatro câmeras: uma dual-camera frontal com capacidade para reconhecimento facial 3D, e sistema de dual-camera traseiro que se espera que traga um upgrade na qualidade.

À semelhança do que aconteceu com a Samsung que apresentou o “Infinity Display” e a LG o “Full Vision”, a Huawei parece ter já escolhido o nome para o ecrã sem margens (ou quase) que irá apresentar e que deverá ser “EntireView Display”, segundo documentos publicados pelo site chinês MyDrivers.

Huawei EntireView Display

Espera-se ainda que o Huawei Mate 10 traga o processador Kirin 970. O Mate 9 veio com o processador topo de gama da altura – o Kirin 960 – por isso fará sentido se a Huawei decidir que o Mate 10 traga o melhor processador da marca da atualidade, que se espera vir também no Huawei P11.

Os rumores sugerem também que o equipamento trará 6GB / 8GB de RAM e 128GB de memória interna.

O preço do Huawei Mate 10 deverá ser bem superior a 600 euros.

Sobre o autor

Jorge
Desde muito jovem comecei a gostar de tecnologia. O interesse e curiosidade sobre tudo o que é tecnologia têm-me acompanhado sempre. Há cerca de 20 anos que trabalho profissionalmente nesta área. Como Confúcio disse, "Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida".

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*